sábado, 29 de janeiro de 2011

(in)certezas

a minha mente anda repleta de certezas, ou será de incertezas? bem, tenho a certeza que estou uma confusão, que está tudo por resolver e nada está programado. mas tenho bastantes incertezas quanto a ti, tenho imensas perguntas na minha cabeça que te preciso de perguntar porque nada está esclarecido.
todos os dias me pergunto o que aconteceu ou que deixou de acontecer para de repente tudo parar, tudo o que corria bem deixar de acontecer, assim de um momento para o outro. pergunto-me se te fiz algo, se fiz algo que te magoasse, mas penso que não.
sei que tenho de falar contigo porque é mesmo o melhor, tenho de ganhar coragem e perguntar-te tudo! espero que me respondas com sinceridade porque se me conheces bem, o que acho que conheces, sabes que detesto mentiras e que me mintam.
sei também que pode não ser fácil mas tenho de o fazer para ficar com a consciência tranquila que não te magoei ou para saber se fiz algo mal e poder corrigi-lo.
sinto-me culpada por ter feito o que não devia e sei que de certa forma a culpa também foi minha mas estou disposta a corrigir e a tentar que tudo voltar ao "nosso normal". se não o conseguirmos podemos dizer que tentámos e que fizemos o possível para continuarmos, que não desistimos.
um dia tudo se vai resolver.
se eu e tu iremos caminhar juntos? isso só o destino o saberá.


Sem comentários: